F1 Blog

Conheça mais sobre essa cultura muito especial para quem é apaixonado por robótica.

O movimento maker teve sua origem no início dos projetos Do It Yourself , mais conhecidos como DIY ou “faça você mesmo”, em português. É uma cultura composta pela crença de que qualquer pessoa é capaz de criar, alterar, consertar e fabricar diferentes tipos de objetos com as próprias mãos.

Nesse contexto, o movimento maker é focado na aprendizagem de modo informal, compartilhada publicamente e com a intenção de ser uma atividade divertida e que traga a satisfação.

Segmentação maker

Existem algumas expressões dentro do movimento maker que todo seguidor deve saber. Confira alguns exemplos:

Zero to maker: cada pessoa possui um começo diferente dentro do movimento. No entanto, há algo comum entre todas: a vontade de inventar alguma coisa, que tira o indivíduo do estado de apenas consumidor para o de ter participação no processo de criação. Ao sair do estado de consumidor para o de criador, os aspectos mais importantes são a capacidade de aprender as habilidades requisitadas para determinado projeto e ter acesso aos meios de produção.

Maker to maker: quando makers colaboram com outros makers, compartilhando conhecimento e contribuindo com projetos.

Maker to market: saindo dos workshops e das plataformas digitais, alguns makers podem sentir vontade de aumentar sua audiência e a abrangência de suas criações. Esse termo é usado quando eles decidem expandir suas ideias para o mercado, comercializando seus projetos.

Maker advocate: para cada criador das categorias citadas anteriormente, há uma legião de pessoas que os apoiam e também divulgam seu trabalho. Pessoas que oferecem suporte ao movimento não são necessariamente makers, mas constituem uma grande parcela do movimento.

Maker Faire: é uma feira anual em todo o mundo, focada em mostrar as novas invenções e seus criadores. Nela se reúnem artesãos, engenheiros, cientistas e artistas, com o objetivo de compartilhar as novidades do movimento por meio de palestras ou atividades lúdicas. No Brasil, a primeira Maker Faire surgiu no Rio de Janeiro.

Se você tem interesse em participar desse movimento e não sabe por onde começar! Seja um aluno People! Conheça nossos cursos e esteja à frente das inovações no futuro!

Venha para a People!

O curso de robótica da People traz todo o conhecimento para você começar a criar seus próprios projetos e a partir deles aprender praticamente qualquer coisa. Não perca tempo cadastre-se já!!!

Fonte: https://www.people.com.br/noticias/robotica/o-que-e-o-movimento-maker?utm_source=Facebook&utm_medium=FaceOrganico&mID=15

O que é o movimento maker?

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *